Jacobsen Arquitetura
Jacobsen Arquitetura
São Paulo, São Paulo
Jacobsen Arquitetura
Arquitetura
Criada por Paulo e Bernardo Jacobsen, a Jacobsen Arquitetura é hoje referência no desenvolvimento de projetos em diálogo com a natureza, sem formas concebidas e em contato com as intenções e desejos de seus clientes. Paulo Jacobsen foi sócio de Claudio Bernardes durante 25 anos na Claudio Bernardes e Jacobsen. Em seguida, criou, com Thiago Bernardes, filho de Claudio, a Bernardes + Jacobsen. Em 2012, uniu uma experiência de mais de 800 projetos desenvolvidos em diversos segmentos, entre eles a arquitetura residencial de alto padrão, à experiência internacional de seu filho Bernardo Jacobsen, que trabalhou com arquitetos como Christian de Portzamparc, em Paris, e Shigeru Ban, no Japão. Nascia assim a Jacobsen Arquitetura, que atualmente desenvolve cerca de 60 projetos, com uma equipe de 35 profissionais divididos entre os escritórios do Rio de Janeiro e de São Paulo. Ao longo dos anos, o trabalho do escritório refinou a aposta em uma relação próxima com a natureza, em favor do conceito de verdadeira sustentabilidade. Projetos realizados no Rio, em especial em regiões de praias ou em ilhas, trabalham com materiais naturais, fazendo amplo uso de elementos como a luminosidade, a transparência, a fluidez dos espaços e a leveza estrutural. Por meio dessa proposta, estabelecia-se um conceito de arquitetura brasileira, com a reapropriação do modernismo em diálogo com raízes coloniais e indígenas. Com a abertura do escritório em São Paulo, os arquitetos inovaram ao buscar formas de adaptar esses conceitos ao espaço urbano. A pesquisa de novas linguagens incorporou uma arquitetura de elementos puros, propondo um contato entre a natureza e seus materiais com uma proposta mais tecnológica, com a sustentabilidade como norte. Em 2013, o escritório concluiu o projeto do Museu de Arte do Rio de Janeiro, ampliando sua atuação em espaços públicos. O traço dos arquitetos foi capaz de dar unidade a dois prédios bastante diferentes, formando um todo coeso e dando início a um processo de revitalização da área portuária da cidade. Após a finalização do museu, o projeto foi escolhido como um dos cem mais importantes do ano pela prestigiada publicação Architecture Now, lançada pela Editora Taschen. O conceito de “arquitetura tropical” ampliou a atuação internacional da Jacobsen Arquitetura, com trabalhos realizados em Portugal, Marrocos, Caribe, Qatar, Fiji e Austrália. Atualmente, há cerca de quinze projetos no exterior em andamento. Paulo Jacobsen publicou três livros, entre eles Claudio Bernardes & Paulo Jacobsen (Editora Capivara), que reconta a trajetória do trabalho da dupla. Sua experiência profissional também foi tema de estudos como o de Evelyse Grunow, Bernades Jacobsen (Editora Viana & Mosley). Jacobsen também foi eleito um dos cem arquitetos mais importantes do mundo pela revista Architectural Digest em 2001 e um dos 100 designers mais influentes do mundo pela revista Wallpaper, em 2011. Além da experiência internacional, que inclui ainda o trabalho no Centre Pompidou em Metz, na França, Bernardo Jacobsen trabalhou, no Brasil, em projetos como a Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. E, em 2013, foi convidado a participar da exposição New Nine – Emerging Architecture from Brazil, realizada no Museu de Arquitetura da Alemanha, em Frankfurt.